Para já, a oferta inicial é constituída por dezasseis unidades de tipologias T2 e T3.

LeapAssets apresentou na sexta-feira o núcleo de apartamentos que marca o arranque do projeto de (re)desenvolvimento urbano Portela da Villa, em Torres Vedras.

Na ocasião foi ainda apresentado – à comunidade local, social e económica – o conceito de base para a revitalização desta urbanização estrutural em Torres Vedras, a qual prevê a fixação de 3.000 residentes num projeto com cerca de 800 fogos, que engloba ainda áreas de comércio e serviços, bem como uma envolvente com valências de socialização, lazer, desporto, conveniência e extensas áreas verdes. No global, o desenvolvimento total da Portela da Villa necessitará de um investimento superior a 200 milhões de euros, de forma faseada que recorrerá a diversos modelos de parceria a nível de investimento e promoção.

Localizada a 5 minutos de Torres Vedras e apenas 30 minutos de Lisboa, a localização privilegiada é um dos trunfos da Portela da Vila, situada especificamente na saída 9 da A8, com excelentes acessos viários quer a Lisboa quer a outros pontos da região Oeste e de todo o país.

Os primeiros apartamentos da Portela da Villa contemplam dezasseis unidades T2 e T3, com áreas entre os 74 m2 e os 138 m2, às quais se somam generosas varandas e terraços, que no caso das tipologias de maior dimensão poderão contemplar espaços adicionais de 40 m2. Neste momento em fase final do projeto de arquitetura, os apartamentos distinguem-se pelas áreas generosas, quer dos cómodos sociais quer dos privados, beneficiando também de excelente luz natural, além de disporem de uma organização funcional flexível e adequada aos requisitos da vida contemporânea.

Os equipamentos de qualidade, materiais sustentáveis e uma forte aposta na eficiência energética nos sistemas de conforto e gestão da casa são outros trunfos destes apartamentos. Além destas novas unidades, estão já em construção e em fase de comercialização duas moradias em banda, com áreas interiores em torno dos 280 m2, ambas integrando piscina e jardim privado.

Estes 16 apartamentos entraram na fase de pré-reserva comercial e que chegarão ao mercado com preços a partir de 240.000€.

Para a região está previsto um reforço do investimento público nas áreas de acessos e mobilidade, incluindo a modernização e eletrificação da linha ferroviária do Oeste, cuja primeira fase de obras prevê a ligação entre Sintra e Torres Vedras. No âmbito dos acessos rodoviários, está previsto um novo traçado da variação de ligação da A8, que numa fase inicial vai estar ligado à zona industrial das Palhagueiras e que poderá ser prolongado até Santa Cruz.

https://echoboomer.pt/portela-da-villa-novos-apartamentos-em-pre-reserva/